CONTEÚDO NEXIALISTAS

Assertividade no trabalho fazendo as coisas mais simples

postado em: 02/20/2018

Assertividade no trabalho fazendo as coisas mais simples

Ter assertividade na vida não é questão de opção, especialmente no trabalho, é condição essencial para progredir na carreira.

Não se trata apenas de saber pedir um aumento para seu chefe ou definir os termos de um bom acordo para a empresa. É mais.

A falta de assertividade no trabalho e na vida pode fazer com que você fique preso, estagnado. E ninguém pode ser assertivo por você. Se você tem dificuldade em fazer escolhas acertadas, essa é uma característica que precisará desenvolver se quiser ser mais realizado e pleno.

Sabe o que é assertividade?

Antes de mais nada, é bom saber que assertividade não tem nada a ver com estar certo. É muito mais sobre ser firme, saber expor e defender suas posições.

Apesar de ser derivada da palavra “asserto”, que expressa uma afirmação verdadeira, assertividade é uma competência emocional, de pessoas que são autoconfiantes e sabem tomar posições claras.

Ser assertivo não tem nada a ver com estar certo e tampouco com ser grosseiro. É preciso demonstrar segurança nas decisões sem faltar com a gentileza. Comportamentos agressivos nunca agregam e podem até mesmo manchar uma carreira, mesmo que a pessoa esteja certa, dependendo da maneira como se expressa, pode perder a razão.

Quando você treina a assertividade no trabalho e começa a interiorizá-la, vai ter feedback  positivo sobre o seu desempenho, ganhar mais credibilidade, melhorar sua capacidade de expressão, inspirar o respeito das outras pessoas, ampliar a sua capacidade de negociação e ainda ajudar a resolver conflitos.

Como ser assertivo no ambiente de trabalho?

Mas e na prática, como aplicar atitudes assertivas no trabalho? Especialmente, sem ser antipático ou grosseiro.

Não é necessário brigar, nem levantar voz. Apenas seja objetivo e focado em suas colocações, e a assertividade se fará presente.

E isso é imprescindível, porque se você pretende uma posição de liderança, inevitavelmente, a assertividade deverá fazer parte das suas habilidades.

O profissional assertivo sabe ouvir e respeitar a opinião dos outros, mesmo que discordem das suas próprias, e também tem ampla capacidade de flexibilidade para entender quando uma ideia é boa. Sabe dizer sim e não quando necessário.

Lembre-se que ser assertivo no trabalho é ser firme, decido e convincente, sem ser autoritário.

Aprenda a falar suas preferências e a manifestar suas posições

Se você ainda não sabe como ser assertivo no ambiente de trabalho, procure treinar fora dele, em situações que sejam mais confortáveis para você.

Quer um exemplo? Você está entre amigos e existem algumas opções para o happy hour. Não vá naquela tendência do “tanto faz”, explicite a sua preferência. Se for o caso, “lute” pela sua opção. Para isso, você precisa manifestar sempre a sua vontade.

Ou outra situação: ao passar suas compras no caixa, observa que um mesmo item foi cobrado duas vezes. Exponha o problema e peça solução. Mesmo que seja um alfinete, é seu direito. Faça com gentileza e paciência, mas não deixe de falar!

Então, treinando nestas situações pessoais, você pode desenvolver essas características também no trabalho.

Anote e treine seus planos

Para facilitar a argumentação, organize seus planos no papel. Isso mesmo, escreva suas razões. Isso irá te ajudar a lembrar os motivos que dão base à sua decisão e assim poderá ser mais fácil se mostrar assertivo no trabalho. Organizar seus pensamentos, pesquise argumentos e treine o que vai dizer. Assim, vai adquirir mais segurança e confiança.

Defina seus limites

Se você ainda não consegue ser assertivo como gostaria, vá dando um passo de cada vez. Não adianta colocar expectativas muito altas para o que você ainda não consegue fazer.

É aquela história de adorar comer, estar bem acima do peso, e, de repente, cismar de fazer uma dieta ultra restritiva, cortando todas as calorias, doces e tudo que gosta. A expectativa é muito alta, você não consegue atingir e ainda fica desanimado em prosseguir, e, às vezes, pode até desistir.

Muitas vezes, ser assertivo passa também por saber dizer não a quem vive se aproveitando de você. Mas se você ainda não sabe dizer isso em voz alta, faça isso definindo alguns limites.

Por exemplo, se um colega de trabalho passa serviço para você constantemente porque não dá conta, uma alternativa é dizer a ele que só poderá ajudar quando terminar o seu próprio cronograma de trabalho.

Você não disse um “não” definitivo, mas pelo menos conseguiu dizer que “naquele momento” não tinha como ajudar.

via GIPHY

Escolha bem as palavras e expressões

Algumas expressões demonstram insegurança naturalmente: talvez, quem sabe, eu acho… Em uma reunião em que vai apresentar um projeto não dá para dizer: “Essa é apenas uma ideia”, “Talvez dê certo”, “Pode ser que seja bom” ou “Eu posso estar errado”.

Na verdade, quem tem assertividade é cristalino, firme e confiante de suas ideias, e, por isso, reflete bem e pesquisa muito antes de expor uma posição.

Então evite palavras e expressões que não manifestem essa certeza e não inspirem que as pessoas tenham confiança no que você diz.

Pare com pedidos excessivos de desculpas

Quando você discordar de alguém em uma reunião de trabalho, não peça desculpas por isso. Quando um profissional pede excessivamente desculpas em casos assim, transmite sensação de insegurança e isso é o oposto de uma comunicação assertiva no trabalho.

Tenha um comportamento confiante

Se você está trilhando o caminho para encontrar a assertividade, treinar alguns comportamentos confiantes vão ajudar, como sorrir e fazer contato visual com colegas e superiores, caminhar firme e vestir-se adequadamente no ambiente do seu trabalho.

Module o seu tom de voz. Falar um pouco mais alto – não aos gritos, claro – e com a voz firme, também é característica de quem tem assertividade.  Pessoas com vozes muito baixas, tranquilas e suaves podem não passar a mensagem de confiança e credibilidade.

Em uma reunião, por exemplo, deixe que algumas pessoas falem primeiro, para que quebrem o gelo. Reconheça o ambiente e os tons e depois se manifeste demonstrando conhecimento sobre o assunto e segurança na fala.

Assertividade no trabalho fazendo as coisas mais simples

Linguagem corporal transmite mensagens

Ter uma boa postura, ereta e atenta também transmite um comportamento assertivo no trabalho.

Quando em uma reunião as pessoas estão com ombros pra trás, braços e pernas alinhados e firmes no chão, ao invés de inclinadas ou com braços cruzados, elas passam impressão de mais seriedade e comprometimento.

Fale com as palmas das mãos abertas e mantenha dedos juntos, e, lembre-se, nunca aponte o dedo para alguém. Esse gesto é muito agressivo.

Cruzar pernas, mesmo para os homens, não é muito indicado em ambientes de trabalho.  Para ambos os sexos, esse gesto pode gerar distrações, e não é essa mensagem que se quer transmitir em um comportamento assertivo no trabalho.

Reconheça quando soube ser assertivo e se recompense

Como a assertividade é uma competência que você está treinando, saiba reconhecer quando conseguir ser assertivo, festeje suas pequenas vitórias, tanto em reuniões com o chefe ou com a sua equipe, colegas de trabalho ou até mesmo em outras situações fora da empresa.

Liste quando o fez, como fez e qual foi o resultado. Então, se recompense com algo simples, mas que você aprecie, como um café expresso gourmet, uma caminhada na hora do almoço – um bombom para quem pode…

Isso vai gerar um efeito positivo em seu cérebro. E tenha certeza, ele vai querer mais.